Aracaju, SE 23/07/19
 

Nossa História
nova orla
points do turista
igrejas e museus
agenda
cultura
noticias
turismo
personalidade
artesanato
videos
galeria de fotos
culinária
passeios em sergipe
Sergipe
mapas
contato
 
Espaços Terapêuticos, Academias desportivas - Aracaju Sergipe
Auto-peças, Acessórios, Auto-escolas, Pneus, Oficinas e Serviços - Aracaju Sergipe
Bares, Lanchonetes, Boates - Aracaju Sergipe
Institutos de Beleza, Centro de Estética, Lojas de Cosméticos, Noivas - Aracaju Sergipe
Móveis, Decoração, Armários, Cozinhas, Quartos - Aracaju Sergipe
Docerias, Deli, Buffet Eventos e Festas, Padarias - Aracaju Sergipe
Delícias Regionais, Churrascaria, Cozinha Naturalista, Cozinha Oriental/Francesa/Italiana/Alemã - Aracaju Sergipe
Pizzarias, Lanchonetes - Aracaju Sergipe
Lanchonetes, Acarajés, Salgados
Pousadas, Motéis - Aracaju Sergipe
Hotéis, Resort's - Aracaju Sergipe
Farmácia & Drogria, Farmácias de Manipulação - Aracaju Sergipe
Lançamentos, Promoções - Aracaju Sergipe
Suprimentos, Recarga de cartuchos, Computadores, Assitência Técnica - Aracaju Sergipe
Empreendimentos - Aracaju Sergipe
Colégios, Cursos Profissionalizantes, Universidade, Faculdade, Escolas de Idiomas - Aracaju Sergipe
Clínicas Médicas, Hospitais, Oftalmologista, Ortopedista, Ondotologia, Dermatologia, Cirurgia Plástica - Aracaju Sergipe
Moda Jovem, Moda Praia, Moda Íntima, Calçados & Bolsas, Acessórios & Bijuterias, Presentes - Aracaju Sergipe
Lojas, Madereiras, Tintas - Aracaju Sergipe
Supermercados, Distribuidoras - Aracaju Sergipe
Agências, Receptivo, Operadoras - Aracaju Sergipe
TV, Rádio, Jornais, Revistas - Aracaju Sergipe
Lavandeiras, Escritórios de Contabilidade, Gráfica e Copiadora, Detetização, Seguradoras e Seguros, Taxi, Chaveiros, Telefones Úteis - Aracaju Sergipe
 

 
Personalidades
Visite Aracaju. Aqui você é mais Feliz!
Homenagem a Luiz Carlos Reis



LUIZ CARLOS " OLHOS DE" REIS


Os teus "GRANDES"olhos se fecharam

Os olhos de homem apenas...
A cortina agora abre para eles em outra dimensão

Um palco novo erguido para os que buscaram na vida o sonho

Ribalta ideal para as emoção que sempre
transbordaram em sua face lágrimas sinceras

Fica tranquilo que um artista nunca morre

Quem viveu com tanta paixão não vira esquecimento
A altivez da sua memória é perpétua

O brilho de grandes almas se transfigura em vaga-lumes

Que vagam a espalhar luminosidade para nós

"AMATORES" que ainda continuamos a trilhar os caminhos escuros dessa esfera "INCONPREENVIDA"

A morte pode até enganar ao olhar comum

Mas àqueles a quem a arte ungiu e o invisível adotou ela não "INTIMUDA"
Nós inventamos a nossa fé, a nossa própria narrativa...

E para nós é apenas o fim do primeiro ato

Logo nos escontraremos e dividiremos a mesma cena

Enquanto isso reviva todos os personagens a quem se emprestou

Agora você pode criar o impossível... E ter a resposta merecida para cada palavra que proferir

Os anjos sabem reconhecer quando algo é dito com a divina verdade

Será sempre "Arquiteto e Imperador" de uma poesia inquebrantável

Agora entende que os caminhos vão além de "0 a N"

Que não há "Ordinária" que "Deus" não resgate
E até mesmo os "Ratos de Esgoto" conseguem ao final a redenção

O tempo da procura é cessado...

A espera por GODOT acabou... E GOD agora te pega nos braços

Pode ir tranquilo que o teu lugar encantado na história foi conquistado

É um trono digno destes olhos "GRANDICIOSOS"

Janelas da proporção digna da sua alma majestosa
Luiz Carlos "OLHOS DE" Reis

Teus olhos falaram e nenhum silêncio vai tirar isso...

Uma cortina trará a sua imagem enternecida à retina

E lembraremos sempre de Vosso "REISNADO" quando uma luz no palco se acender
E a arte nos levar para perto do céu.

POEMA DEDICADO AO GRANDE ATOR E DIRETOR DE TEATRO LUIZ CARLOS REIS.

Esta é uma homenagem do ARTISTA EWERTTON NUNES ao ARTISTA LUIZ CARLOS REIS, que nos deixou temporariamente.

Cultura sergipana perde Luiz Carlos Reis

“Que o teu trabalho seja perfeito para que, mesmo depois da tua morte, ele permaneça”. Esta frase, atribuída a um dos maiores gênios da humanidade, Leonardo da Vinci, aplica-se perfeitamente à trajetória do ator, diretor e produtor teatral Luiz Carlos Reis, falecido nesta madrugada após uma longa e sofrida batalha pela vida. O teatro sergipano está de luto. Apagou-se uma luz na nossa ribalta.

Nascido no município sergipano de Itabaianinha, Reis morou por alguns anos em São Paulo, e dedicou sua vida às artes cênicas, realizando ao longo de sua vida inúmeros projetos, além de ter conquistado diversos prêmios. Atuou em montagens sergipanas como “Esperando Godot”, “O Arquiteto e o Imperador da Assíria”, “A Ordinária de Deus” entre muitas outras, além de ter dirigido peças de teatro como “Os Corumbas” e “Ai, Carmela”. Reis foi também presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de Sergipe (Sated/SE), do qual teve que se afastar por problemas de saúde.

A secretária de Estado da Cultura, Eloisa Galdino, registra o sentimento pela perda desse grande nome do teatro sergipano. “Mesmo afastada, recebi com grande pesar essa triste notícia. Luiz Carlos Reis era um dos mais consagrados atores sergipanos, tinha um talento inenarrável que conquistou não só os sergipanos, como também diretores e atores de outras partes do país. Ficará para sempre em nossa memória o grande trabalho desempenhado por este que foi um dos maiores nomes que o cenário sergipano já teve”, disse a secretária.

Além da sua vasta atuação em peças teatrais, Reis fez parte do elenco de duas grandes obras cinematográficas de alcance nacional, “Orquestra dos Meninos” e “O Senhor do Labirinto”. No início do mês de novembro, o Governo do Estado, através da Secult, viabilizou a vinda do diretor do longa, Geraldo Motta, para apresentar especialmente para Reis o filme do qual ele fez parte, recentemente premiado no Festival do Rio.

Segundo o secretário adjunto de Estado da Cultura, Marcelo Rangel, Luiz Carlos Reis respirava e transpirava teatro. “Convivemos durante algumas temporadas, quando conheci de perto sua garra invejável na batalha de produzir teatro em Sergipe. Formou atores, atrizes e plateias, não apenas nas produções que atuou, produziu e dirigiu, mas sobretudo com seu trabalho junto a escolas. A cultura sergipana está de luto pela partida deste grande ator, um operário do teatro, que fazia de sua profissão uma fé”, lamentou.

Mesmo afastada, a secretária orientou a equipe da Secult a prestar as últimas homenagens a Luiz Carlos Reis, oferecendo o foyer do Teatro Tobias Barreto para o velório deste que estará sempre na lembrança daqueles que trabalham pelas artes cênicas em Sergipe como um talento que abrilhantou palcos e telas.

Fontes: osaltimbancosonhador.blogspot.com e ASN
Foto: Infonet



:: VEJA TAMBÉM
Augusto do Prado Franco
Hermes Fontes
João Ribeiro - Um sábio que completa 15I anos
Jackson Barreto
Centenário de Costa Pinto.
Associação Sergipana de Imprensa comemora 80 anos
Luiz Antônio Barreto
Dominguinhos e sua tragetória de sucesso
Jouberto Uchôa de Mendonça, reitor da Universidade Tiradentes, é o mais novo imortal da Academia Sergipana de Letras.
O ex-governador Lourival Baptista deixa saudades
Prefeito pretigia posse da nova Mesa Diretora da AL
Bloco Carnavalesco Siri na Lata
Empresária Maria Celi Barreto
Conselho Estadual de Cultura celebra 45 anos
Sergipana com necessidade especial é exemplo ao prestar Enem
Homenagem ao centenário de José Rollemberg Leite
100 anos de Drº Augusto do Prado Franco
História Cangaceira
Artur Oscar de Oliveira Déda lança livro de crônicas
Bonifácio Fortes
Dom Távora - O bispo dos operários
Jornalista Cleomar Brandi é homenageado
Quem foi o Dr. Augusto César Leite?
Homenagem ao Professor Sebastião
Mendonça se reúne com representante da ONU
Dilma Rousseff é recepcionada no aeroporto de Aracaju
Governador Marcelo Déda é homenageado.
Lançamento do livro Retratos do Brasil profundo
Sergipana lança livro em Itabaiana
Homenagem a Luiz Carlos Reis
Antonio Maia - Arte e alma de Sergipe
Paulo Barreto de Menezes
Jota Soares, um sergipano no cinema
Entrevista com Rogério
Acrísio Cruz
Joel Silveira
50 anos da Empresa Senhor do Bomfim
Carlos Augusto Monteiro: o novo presidente da OAB.
Maria Thetis Nunes fez história na cultura sergipana
Entrevista com João Carlos Paes Mendonça
Carlos Ayres Britto
Medalhas do Mérito Aperipê e Cultural
Sergival
Srs. Newton e Miguel Gonçalves
José Augusto (São Lucas) Barreto
Ofenísia Soares Freire
Fausto Cardoso
J. Inácio
Zé Peixe
Ismar Barreto